quinta-feira, 12 de setembro de 2013

NATURAL BODYBUILDING - CAMPEONATOS INTERNACIONAIS DE FISICULTURISMO NATURAL - DE MALAS PRONTAS PARA OS EUA - RENO E LAS VEGAS


Arrumando as malas e ajeitando tudo para disputar os meus primeiros campeonatos internacionais de fisiculturismo natural, nos EUA.


A programação para os próximos meses é intensa!

21/setembro/2013 - EUA, Reno
International Flex Appeal All Female Championships

28/setembro/2013 - EUA, Las Vegas
International Forever Natural

02/novembro/2013 - EUA, Hollywood
World Cup

08-10/novembro/2013 - EUA, San Diego
NATURAL OLYMPIA 2013


14/setembro/2012 - Claudia Vilaça - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural

O que você achou da comparação?
Nem me reconheço na foto de 1 ano atrás!


Na semana que vem vôo para a California, tenho compromissos em Pasadena, cidade linda perto de Los Angeles.

De Pasadena, sigo de carro até Reno, no estado de Nevada, onde será o campeonato do sábado, 21 de setembro - o INTERNATIONAL FLEX APPEAL ALL FEMALES CHAMPIONSHIPS.

No domingo seguinte ao campeonato em Reno, viajo para Las Vegas, onde devo passar a semana até a competição do dia 28, o INTERNATIONAL FOREVER NATURAL.

Já tenho ingressos para shows e musicais em Las Vegas, será uma semana pre-contest bem agitada, cheia de música, luzes e novidades.



Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Depois da estréia nos palcos internacionais, fico ainda mais alguns dias nos EUA e volto para o Brasil, para retornar novamente em novembro, quando tomarei parte da WORLD CUP (em Hollywood) e do NATURAL OLYMPIA 2013 (em San Diego), a convite da INBA - INTERNATIONAL NATURAL BODYBUILDING ASSOCIATION, representando o Brasil.


Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Na preparação sem acompanhamento de técnico nem personal, tenho treinado intensamente na nova academia: seis treinos por semana, diferentes e divididos por grupos musculares, com um dia de descanso.

Treinos para HIPERTROFIA, sempre.


Veja exemplo do meu CARDÁPIO DIÁRIO:

REFEIÇÃO 1 - porção de proteína (carne, peixe, frango, ovos) + salada + óleo de coco virgem orgânico e azeite de oliva extravirgem

---> PRÉ-TREINO (20 minutos antes) - óleo de coco virgem orgânico

---> PÓS-TREINO (imediatamente depois) - óleo de coco virgem orgânico

REFEIÇÃO 2 - porção de proteína (carne, peixe, frango, ovos) + salada + óleo de coco virgem orgânico e azeite de oliva extravirgem

REFEIÇÃO 3 - porção de proteína (carne, peixe, frango, ovos) + salada + óleo de coco virgem orgânico e azeite de oliva extravirgem

REFEIÇÃO 4 - porção de proteína (carne, peixe, frango, ovos) + salada + óleo de coco virgem orgânico e azeite de oliva extravirgem

REFEIÇÃO 5 - porção de proteína (carne, peixe, frango, ovos) + salada + óleo de coco virgem orgânico e azeite de oliva extravirgem.



Desde 22 de agosto (quando fui expulsa da academia que frequentava), mesmo com poucos dias nesse meu sistema autodidata de treinamento*já noto progressos: as coxas parecem maiores e mais marcadas, os ombros deram de crescer em todos os ângulos, a barriga está sequinha.

(*) O tal "sistema de treinamento" é invenção minha e vai mudando a cada sessão. Anoto tudo o que faço no meu diário de treino para poder repetir ou modificar na semana seguinte. Experimento novas sequências e exercícios que pegam pontos próximos - cada pedacinho do ombro, por exemplo. Drop-sets, adoro drop-sets! Mas nos meus drops não me prendo a um número "x" de repetições; faço como o Arnold e o treino de panturrilhas: a primeira bem pesado, o quanto conseguir; imediatamente abaixo a carga e continuo até falhar; mais uma diminuição, sem descanso, e assim por diante. E quando me empolgo aumento o número de séries...

Isso porque em DIETA DE BAIXO CARBOIDRATO E GORDURA ALTA o corpo usa a gordura como fonte de energia e a gente não se sente cansada; pelo contrário, parece que a disposição aumenta durante o treino!

Voltando a falar de evolução, no último dia de treino na outra academia eu estava assim:

Claudia Vilaça - 51 anos - 22/agosto/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


E aqui em fotos recentes: há dez dias e hoje.

02/setembro/2013 - Claudia Vilaça - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE - 51 anos
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Também estou praticando as poses da categoria FIGURE da INBA, algumas são diferentes daquelas adotadas nos campeonatos amadores brasileiros.


Em cada campeonato há dois rounds; os dois, pelo que pude perceber, usando-se o mesmo biquíni colorido e sandálias transparentes, sem plataforma.

No primeiro round - ou pre-judging - acontecem as comparações e os quartos de volta. Geralmente é de manhã, entre 9 e 10 horas.

E no segundo round, à noite, é a vez do Figure Walk ou T-Walk, uma apresentação solo das competidoras, com entradas individuais. Eis o momento de mostrar domínio de palco, simpatia e exibir o conjunto harmonioso que caracteriza esta categoria tão feminina do fisiculturismo.


Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Claudia Vilaça - 51 anos - 12/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Terei muitos desafios nesta nova aventura:

1) para começar, serão dois campeonatos em seguida, com uma semana de intervalo. 

Assim, aquela clássica programação de treinos nos dias que antecedem a competição não vale mais. O que devo fazer entre uma competição e outra? Descansar no domingo? Na segunda-feira também? Treinar ou não pernas em Las Vegas (já que estarei há vários dias sem treinar por causa das viagens anteriores)? Treinar desde quando e até que dia?

Outra coisa em que pensar é o estado da pintura corporal. Em 7 dias, o Protan vai desbotar, já começa a ficar manchado. Não sei se é melhor esfoliar a pele depois do primeiro campeonato e reaplicar a tinta de palco normalmente ou apenas sobrepor os tons, correndo o risco de não ficar uniforme. O que você acha? Lembre-se de que não é tarefa fácil tirar o Protan passado recentemente, o negócio entranha, penetra mesmo!


2) mais importante: a dieta

Na viagem de avião, ok, já desenvolvi ótimas técnicas (simples, levo minha comida ;-). Só não terei água alcalina de baixo sódio, o jeito será encarar os míseros copinhos de água servidos durante o vôo.

O problema é depois! 

Nas semanas antes da competição costumo reduzir ainda mais o sódio na alimentação, ou seja, evito peixes de água salgada, ovos, até mesmo carne de vaca. Agora pergunto: o que vou comer nos EUA sem ter como cozinhar e sem recorrer a enlatados ou comida industrializada?! 

Normalmente, viagens não são problema para quem vive em dieta de baixo carboidrato. Nos restaurantes, basta pedir um grelhado com salada ou, em caso de emergência, apelar para a velha lata de atum.

Agora, dias antes de campeonato, salmão e carnes, fora. Frango e peru de rotisseries, fora. Ovo, fora. Atum, conservas e processados, fora. 

Você entendeu o meu desafio? Duas semanas! 

Darei um jeito - espero.

Estou aqui pensando e aceito sugestões

Depois prometo contar as soluções que encontrei, as que deram certo e as que não deram (tomara que não tenha nada para falar sobre essas últimas!).


3) aplicar a tinta de palco sem lambuzar paredes, móveis nem sujar a roupa de cama do hotel; encontrar espaço na mala para toalhas e lençóis velhos, que pretendo largar para trás; lidar com a falta absoluta de senso de direção e a notória inabilidade para diferenciar esquerda de direita, já que as apresentações nos campeonatos internacionais seguem todo um roteiro, principalmente o segundo round, ou T-Walk.

Experiências, improvisos, sacadas inteligentes e mancadas memoráveis...

Bem, deixo isso tudo para os próximos posts!

---

Leia também:






sexta-feira, 6 de setembro de 2013

NATURAL BODYBUILDING - CLAUDIA VILAÇA REPRESENTA O BRASIL NO NATURAL OLYMPIA 2013 (EUA) + CAMPEONATOS INTERNACIONAIS DE FISICULTURISMO NATURAL


Good news!!!

Vou competir no NATURAL OLYMPIA 2013, nos EUA!!!

Fui convidada pela direção da INBA - INTERNATIONAL NATURAL BODYBUILDING ASSOCIATION, com sede nos EUA, a representar o Brasil no mais importante evento do fisiculturismo natural - o NATURAL OLYMPIA -, que acontece de 8 a 10 de novembro de 2013, em San Diego, na California.


Claudia Vilaça - 51 anos
Atleta INBA - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Dentro de duas semanas faço minha estréia nos palcos internacionais de fisiculturismo, na categoria FIGURE.


A programação de campeonatos para os próximos meses fica assim:

21/setembro/2013 - EUA, Reno
International Flex Appeal All Female Championships

28/setembro/2013 - EUA, Las Vegas
International Forever Natural

02/novembro/2013 - EUA, Hollywood
World Cup

08-10/novembro/2013 - EUA, San Diego
NATURAL OLYMPIA 2013


Claudia Vilaça - 51 anos
Atleta INBA - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


O campeonato mundial de Natural Bodybuilding de 2013 foi em julho, na Grécia.

Em 2014 a competição será na Eslováquia, no mês de junho.

Tomara que eu tenha a sorte de me classificar para o Mundial!

Já pensou que honra?

Uma atleta FIGURE brasileira de 51 anos colocando a nossa bandeira neste globo?




Bem, sonhar alto a gente sonha, não é mesmo?

Por enquanto, baixo a bola e penso em dar um passo de cada vez, mas sem perder o foco lá na frente, porque amo este esporte e vivo 365 dias do ano em uma rotina de treino, dieta e cuidados pessoais para atingir o ideal olímpico de forma 100% natural - sem drogas de nenhum tipo, sem "aditivos", sem estimulantes e sem suplementos -, apenas com muito trabalho, dedicação e disciplina.


LEIA TAMBÉM:




segunda-feira, 2 de setembro de 2013

NOVOS TREINOS E NOVOS RUMOS NOS CAMPEONATOS INTERNACIONAIS DE FISICULTURISMO NATURAL


Por coincidência, usei hoje quase o mesmo figurino do dia em que fui expulsa da academia First, em São Paulo.

Como disse nos dois posts anteriores, as mudanças não me assustam. 

Não nego que quando era mais nova detestava essas reviravoltas que pegam a gente de surpresa, bagunçam a rotina e atrapalham os planos cuidadosamente traçados.

Mas acho que com a idade fui ficando mais esperta!

Hoje eu adoro quando vem uma sacudida, mesmo um golpe baixo, até uma traição.

Mais que depressa ativo o GPS mental: recalculo a rota e sigo em frente.


No dia seguinte ao da expulsão eu já estava treinando sozinha em outra academia de ginástica.

No meu calendário, as datas dos campeonatos internacionais de fisiculturismo natural nos EUA agora em setembro me lembram de que não há um minuto a perder.


21/setembro/2013 - EUA, Reno
International Flex Appeal All Female Championships

28/setembro/2013 - EUA, Las Vegas
International Forever Natural


Claudia Vilaça - 51 anos - 02/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Providências domésticas, correria, encomendar biquíni de competição, encontrar uma sandália transparente de acordo com as medidas exigidas pelo regulamento da INBA INTERNATIONAL NATURAL BODYBUILDING ASSOCIATION.

E estudar as poses, importantíssimo!

Algumas POSES e o modo de APRESENTAÇÃO NO PALCO são diferentes dos que eu conhecia e obedecia nos campeonatos da IFBB brasileira.


Claudia Vilaça - 51 anos - 02/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Viu que bacana? 

Coisas diferentes, um friozinho na barriga ao ver que as atletas naturais (americanas, australianas e canadenses, na maioria) são super magrinhas, pernas bem finas e com muito pouco ou quase nenhum glúteo.

Excitação com a viagem, escolher a melhor rota, decidir que estratégia usar na semana pre-contest - ou não usar estratégia nenhuma? -, lembrar que é preciso ter lençóis e toalhas para não sujar os do hotel com a tinta bronzeadora e pagar multa (levar a tralha pesada de casa ou comprar lá?), entender as ordens do apresentador, rezar para que o sotaque não seja incompreensível ou que o cara fale rápido demais...


Pois tudo isso são novidades que só estão acontecendo porque: 

- primeiro, por minha inadequação ao padrão da categoria Bodyfitness-Figure da IFBB devido ao fato de que sou uma atleta 100% NATURAL, isto é, que não usa drogas (estimulantes, diuréticos, hormônios, esteróides anabolizantes, narcóticos e demais substâncias denominadas candidamente de "recursos ergogênicos" ou, mais simples, de bombas). Ao lado da maior parte das outras atletas IFBB eu pareço um frutinha orgânica, cultivada sem agrotóxicos nem "aceleradores de resultado".

- segundo, minhas declarações sobre o fato de eu não tomar suplementos não deviam pegar muito bem nem receber aprovação em um meio que vive às custas e gira em torno da indústria de suplementos;

- como consequência dos itens anteriores e também para encurtar a história (porque existem outros motivos), o inevitável ÚLTIMO LUGAR em TODOS os campeonatos da IFBB brasileira de que participei.


Claudia Vilaça - 51 anos - 02/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Voltando ao esporte, na nova academia escolho sempre o horário mais vazio, assim a probabilidade de alguém se incomodar com a minha presença é menor.

Outra vantagem: praticamente, tenho a academia inteira só para mim!

Garrafas de água mineral alcalina e de baixo teor de sódio, toalha, luvas, relógio, diário de treino e caneta: estou pronta para um treino excelente, que se tornará o treino mais intenso da minha vida se comparado ao de ontem, e este ao de anteontem, etc, quebrando os meus próprios recordes dia após dia.

Contando as repetições em silêncio, quietinha, salvo um gemido ou som instintivo no momento da falha, da exaustão total.


Claudia Vilaça - 51 anos - 02/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Eu treino sozinha - sem preparador técnico, personal ou companheiro de treino.

Por isso, nos exercícios em que é perigoso ir até a falha e me machucar (pois nessa hora posso não conseguir segurar o peso e deixar cair uma barra carregada de anilhas na cabeça, no peito ou nos joelhos), completo as séries de modo a me proteger e evitar lesões sem que isso me impeça de treinar com intensidade total.

No diário de treino, eu defino e anoto tudo: plano geral, ordem dos exercícios, cargas utilizadas, número de repetições à falha, tempo de intervalo entre as séries, horário de início e de fim.


Claudia Vilaça - 51 anos - 02/setembro/2013
Atleta - Categoria FIGURE
Fisiculturismo Natural
Natural Bodybuilding


Hoje foi dia de ombros, meu treino favorito. 

Amanhã, quadríceps e glúteos. Agachamentos livres, leg press, hack machine, extensão de pernas, adução e abdução de quadril e o meu famoso GLÚTEOS EM CHAMAS.


Isso na terça-feira mais tarde, porque de manhã bem cedo vou visitar a designer de biquínis! 

Você adivinha que cor escolhi para estrear nos palcos internacionais?

Já tenho verde-escuro (mas está apertado, usei em novembro do ano passado no meu primeiro campeonato, a Copa Litoral, no Guarujá), vermelho e um rosa lindo.

Ah, o biquíni que usarei nos EUA é menorzinho, que bom! Lá não existe aquela restrição de "cobrir dois terços do glúteo", o que significa menos pano e mais músculos à mostra. Adorei isso. 

Confesso que me sentia um tanto infeliz com o modelo da calcinha dos campeonatos amadores da IFBB de que participei aqui no Brasil, grandalhona atrás, tipo fralda hahaha.

Para comemorar as mudanças e os novos desafios, o próximo biquíni será diferente. SUGESTÕES?